Digital Ameríndio estreia projeto; ouça e baixe o psicodélico ‘Intensos Animais Imperceptíveis’

Membro do Supercordas chamou integrantes do Seletores de Frequência, Zumbi do Mato e Bonifrate para formar o Digital Ameríndio & (American Bigfoot) Mouse Mouse Joe

A psicodelia tá rendendo frutos na nova produção musical brasileira. Após a coletânea do selo The Blog That Celebrates Itself, além do relativo destaque do disco do Supercordas lançado no ano passado, mais um registro do gênero está na área.

Intensos Animais Imperceptíveis é a estreia do projeto de Digital Ameríndio (também do Supercordas) – que, aqui, deixa as baquetas de lado para tocar guitarra.

Com integrantes de Zumbi do Mato, Bonifrate e Seletores de Frequência, o Digital Ameríndio & (American Bigfoot) Mouse Mouse Joe faz um som flutuante, com timbragens tiradas por guitarras, órgãos e sintetizadores que chegam a flertar com músicas dos anos 1970 de Arnaldo Baptista e Walter Franco (bem perceptível em “Lombroso (Ou a Verdadeira Rapa do Juá))”.

Quem pira nas doideiras de Lula Côrtes vai entender o que se passa em uma “Salvia Divinorum” ou “Recriando o Princípio Criador das Coisas Criadas”.

A coisa é tão doida que o nome da última faixa é “Introdução”, com uma letra contemplativa sobre a lua e o sol sob uma tempestade pretensiosa.

Com produção de Bryan Holmes, o álbum conta com alguns participantes especiais, como a banda Chinese Cookie Poets e as cantoras Barbara Kahane, Lucia Santalices e Doriana Mendes.

O lançamento digital do disco foi no dia 1º de maio (às 16h20). O CD sai dia 18 de maio, com show na sede do selo Cloud Chapel em São Paulo (bairro da Pompéia). O show oficial acontece em 24 de maio, com banda completa, na Comuna (Rio de Janeiro).

Atualização: de acordo com o próprio Digital Ameríndio, o show de 18 de maio foi adiado para uma data em junho. Para acompanhar, acesse a fan page do músico.

A seguir, ouça na íntegra o disco Intensos Animais Imperceptíveis, do Digital Ameríndio & (American Bigfoot) Mouse Mouse Joe. Para fazer o download do disco, visite o BandCamp do selo Cloud Chapel.

ERRATA:
• No projeto, Digital Ameríndio toca guitarra – e não bateria, como estava anteriormente.

Share this post

Tiago Ferreira

Editor do Na Mira desde 2010 - que, além de site, também é canal do YouTube e Embaixador Spotify. Já trabalhei como redator de comunicação interna, produtor de conteúdo da B2W (Americanas, Submarino e afins) e repórter de entretenimento, ciência e tecnologia no Vix.com. Também sou colaborador eventual da Revista da Cultura (da Livraria Cultura).


Mais artigos para você:


Poste um novo comentário