15-artistas_Trama-Virtual

15 artistas/discos para ouvir e baixar na Trama Virtual

Plataforma encerra as atividades dia 31 de março de 2013; conheça e ouça alguns nomes enquanto o site ainda está no ar

Tudo bem. Hoje em dia a Trama Virtual não tem mais a importância que teve outrora. Em um curso de Crítica Musical que fiz lá pelos idos de 2007-8, lembro-me de assistir a uma palestra de João Marcelo Bôscoli, o criador da marca. Fiquei surpreendido com sua perspicácia dentro do mercado digital e das novas formas de consumir música e cultura – tanto que achei o máximo a ideia do tal Vale-Cultura, que só agora começa a tomar corpo.

A partir daquele momento, consumi ainda mais o que a Trama oferecia. Além de uma vasta gama de artistas que davam seus primeiros passos, havia a possibilidade do Álbum Virtual, um formato que nenhum de seus possíveis concorrentes levou adiante. Nele, era possível ouvir em streaming o disco numa página especial, ter acesso ao encarte e ainda ter a possibilidade de remunerar o artista com o download. Tudo dentro da legalidade.

Com o tempo, a plataforma – antes praticamente completa por sua estrutura tanto na internet, como em seus belos estúdios – foi deixada ao relento, principalmente por conta da saída do editor Ricardo Tibiu no final do ano passado.

Bom, hoje temos o SoundCloud, BandCamp, OneRPM, Oi Rdio e muitas outras plataformas que estão investindo alto no mercado de streaming aqui pelo Brasil. Enquanto a Trama Virtual ainda está no ar (só até 31 de março de 2013), fizemos uma lista de 15 artistas para conhecer, ouvir e possivelmente baixar. Tá tudo na legalidade.

Claro que a lista foi influenciada pelas idiossincrasias do Na Mira do Groove. Tem rock, industrial, rap, avant-garde, soul e uns etceteras aí. Fica como um lembrete de que a Trama vai, sim, deixar saudades – por mais que isso soe explicitamente nostálgico.

Assim como nós, outros blogs/sites bem legais também montaram suas respectivas listas. São eles:

Fita Bruta
Floga-se
Pergunte ao Pop
Rock in Press
La Cumbuca
Scream & Yell
Urbanaque
Veia Urbana

E a lista do Na Mira é esta:

Aeromoças e Tenistas Russas

Gênero: Rock/Avant-garde/Instrumental
Página: tramavirtual.uol.com.br/artistas/aeromocas_e_tenistas_russas
Cidade-Natal: São Carlos (SP)

A banda de São Carlos (SP) trafega tranquilamente entre o jazz avant-garde e os elementos do rock, injetando psicodelia aqui e uma levada funk acolá em suas canções. Até o momento, eles só têm um disco, Kadmirra (2011), que pode ser escutado por completo. Cada canção deste grupo pode ser uma intensa descoberta de estilos e possibilidades sonoras.

Ouça: “Solarística”


Cascadura

Gênero: Rock
Página: tramavirtual.uol.com.br/cascadura
Cidade-Natal: Salvador (BA)

Elogiados até mesmo por Lobão, a banda de Salvador Cascadura carrega a experiência em suas intensas composições de mais de 20 anos de carreira. O único disco disponibilizado em sua página é Bogary (2006), que traz ótimas canções como a poderosa “O Centro do Universo” e a sincera “Caim”.

Ouça: “O Centro do Universo”


Devotos

Gênero: Punk/Hard-Core
Página: tramavirtual.uol.com.br/devotos
Cidade-Natal: Recife (PE)

Antes conhecidos como Devotos do Ódio, a banda de Canibal, Neilton e Celo é praticamente o Bad Brains brasileiro. Com mais de 25 anos de carreira, o grupo do Recife faz músicas para rodas punk, falando sobre ‘fome de viver’ e enfrentando o sistema com a mesma sede da juventude. A página contém retalhos de vários momentos da carreira do trio, formando a vitrine essencial para conhecer uma de nossas melhores bandas de hard-core.

Ouça: “Roda Punk”


Ed Motta

Gênero: Jazz/Funk/R&B/Soul
Página: trama.uol.com.br/artista/index.jsp?id=695
Cidade-Natal: Rio de Janeiro (RJ)

Ed Motta dispensa muitas apresentações: é talentoso, sobrinho (tretado) de Tim Maia, enólogo e que costuma postar sobre vinis raros no Twitter. No entanto, pouco se discute sobre sua música. No acervo da Trama, vale baixar Chapter 9, disco com composições em inglês que reprocessa latin-jazz, funk e rock de forma melíflua, coisa natural para Ed. Ainda pelo Álbum Virtual, é possível ter acesso ao single “Mensalidade”.

Ouça: “Twisted Blue”


Guizado

Gênero: Jazz/Hip Hop/Experimental
Página: tramavirtual.uol.com.br/artistas/guizado
Cidade-Natal: São Paulo (SP)

Provavelmente o trompetista brasileiro mais requisitado nos dias de hoje, Guizado é um grande experimentador no instrumento. Joga samplers, barulhos de games e outras improbabilidades sonoras enquanto busca notas que de alguma forma dialogam com tudo isso (incluso alguns ótimos momentos de virtuosismo, que não fazem mal a ninguém). Sua página aglomera alguns singles do início da década passada e três canções do aclamado Punx (2008), seu melhor disco até agora.

Ouça: “Emanação dos Sonhos”


Madame Saatan

Gênero: Hard-rock/Metal
Página: tramavirtual.uol.com.br/madame_saatan
Cidade-Natal: Belém (PA)

O último e grandioso álbum da banda, Peixe-Homem (2011), não está completo. Mas é possível ouvir o disco homônimo de 2007 inteiraço e ainda dar uma sapeada no single “Rio Vermelho”. São os primeiros passos de uma das melhores bandas de metal do País na atualidade.

Atualização: a banda fez questão de subir o Peixe-Homem completo, como se pode constatar:

Ouça: “Rio Vermelho”


Matheus Mota

Gênero: Experimental
Página: tramavirtual.uol.com.br/matheus_mota
Cidade-Natal: Recife (PE)

Apesar de ter lançado o primeiro disco, Desenho, somente no ano passado, o pernambucano Matheus Mota disponibiliza seus sons na página desde 2009, momento em que lançou o EP Volta ao Mundo de Bicicleta. Como todo bom multiinstrumentista, Matheus gosta de experimentar timbres e sons que vão do jazz ao rock psicodélico. Experimental, a música do pernambucano deve agradar apreciadores tanto do clássico Walter Franco, como do improvável contemporâneo Lê Almeida.

Ouça: “Cabeça”


Mukeka di Rato

Gênero: Punk/Hard-Core
Página: tramavirtual.uol.com.br/mukeka_di_rato
Cidade-Natal: Vitória (ES)

Punk/hard-core direto e reto em letras que mal chegam aos 2 minutos. É assim que a banda capixaba, formada em 1995, se alocou no pesado cenário roqueiro. Pratadas de bateria e riffs pesadíssimos são os óbvios componentes musicais de uma banda que não tem pudor de sentar o pau na frescura adolescente, na precariedade do sistema ou mesmo nos clichês das histórias de terror. A página contempla todos os trabalhos da banda, inclusive os splits Burzum Marley e Vivisick.

Ouça: “Cachaça”


Mzuri Sana

Gênero: Rap
Página: tramavirtual.uol.com.br/mzurisana
Cidade-Natal: São Paulo (SP)

Apesar do grupo de rap underground formado por Parteum, Secreto e Suissac disponibilizar apenas um total de seis faixas na página, é um dos poucos arquivos que se têm notícia do Mzuri Sana. Parteum é dono de respeitável carreira solo, mas mantém o projeto, que deve lançar trabalho novo ainda em 2013. A página fica como boa vitrine do grupo. Procure por aí pelo disco Ópera Oblíqua, onde até o baterista Iggor Cavalera participa (em “Definição”, junto com Rappin’ Hood também).

Ouça: “Definição”


Parteum

Gênero: Rap
Página: tramavirtual.uol.com.br/parteum
Cidade-Natal: São Paulo (SP)

Skatista profissional e irmão mais novo do carismático Rapin’ Hood, Parteum trilhou um caminho não tão convencional dentro do rap. Suas rimas são cáusticas, fortalecidas por bases que flertam com acid-jazz, ‘violinos sampleados’ e outras instrumentações experimentais (ah, ele também é beatmaker e usualmente disponibiliza suas trilhas no SoundCloud). Na página, só é possível ouvir/baixar o EP A Autoridade da Razão. Mas, se der uma olhada pela aba Álbum Virtual, dá para encontrar o não menos ótimo Raciocínio Quebrado (2005), claro exemplo de que rap bom é pra quem sabe fazer. Ouça a bela parceria com Kamau em “Época de Épicos” e comprove.

Ouça: “Época de Épicos”


ruído/mm

Gênero: Instrumental
Página: tramavirtual.uol.com.br/ruido_mm
Cidade-Natal: Curitiba (PR)

“Uma teia de sonoridades explorada à exaustão”, é a definição de Felipe Rodrigues para a banda instrumental de Curitiba (PR). Tem som céltico (“Zarabatana”), drones de post-rock com intersecções jazzísticas (“Valsa dos Desertores”) e muito mais em uma das bandas instrumentais mais criativas da atualidade. Isso que mencionei apenas as faixas do ótimo Introdução à Cortina do Sótão (2011). A página abriga todos os quatro álbuns da banda, inclusive o debut Série Cinza (2004).

Ouça: “Esquimó”


Single Parents

Gênero: Rock Alternativo
Página: tramavirtual.uol.com.br/artistas/single_parents
Cidade-Natal: São Paulo (SP)

Provavelmente há outros meios de conhecer a obra do Single Parents, banda de rock alternativo formada em São Paulo em 2009. No entanto, meu primeiro contato com a banda foi por meio da disponibilidade do disco Unrest (2012) por meio do Álbum Virtual. Influenciada por bandas como Dinosaur Jr. e Ariel Pink’s Haunted Graffiti (onde os fortes são as guitarras), o Single Parents também disponibilizou faixas do EP Could You Explain (2010) e uma faixa preparada especialmente para a Trama: “Escape”.

Ouça: “Escape”


Terra Preta

Gênero: Rap/Pop
Página: tramavirtual.uol.com.br/terra_preta
Cidade-Natal: São Paulo (SP)

Terra Preta é um claro exemplo de que a participação em reality shows de música não garante rápido sucesso (ele já participou do Ídolos). Cantor talentoso no rap, ele vem colhendo bons frutos ao falar sobre sentimentalismos sem escorregar nos exageros. A página reúne quase todo o trabalho do cantor, que alça voo cada vez mais alto com a ajuda de parceiros como Criolo e Rael da Rima.

Ouça: “A Guerra”


Totonho & Os Cabra

Gênero: Experimental
Página: trama.uol.com.br/album/index.jsp?id=4582
Cidade-Natal: interior da Paraíba, hoje Rio de Janeiro (RJ)

Apadrinhado por Carlos Eduardo Miranda em 1999, este irrequieto paraibano encontra grooves espertos para dialogar com o som do interior da Paraíba. Há bastante reprocessamento estético de guitarradas, baião e até rock’n roll em composições lunáticas que flertam com o bizarro. A página é bem antiga: dos tempos em que a Trama patrocinava até videoclipes (dele, a plataforma impulsionou, entre outros, o eletrificado “Tudo Pra Ser Feliz”). Em questão de informação, a página de Totonho é tão completa que contém um faixa a faixa do álbum Sabotador de Satélite (2005).

Ouça: “Tudo Pra Ser Feliz”


Wado e Realismo Fantástico

Gênero: MPB
Página: tramavirtual.uol.com.br/artistas/wado_e_realismo_fantastico
Cidade-Natal: Florianópolis (SC), Maceió (AL)

Ainda que a discografia do cantor não esteja completa na página da Trama, o link é válido por abrigar seus primeiros trabalhos, com destaque para Atlântico Negro (2009), importante passo para que Wado se firmasse com seu samba idiossincrático. No link, também dá pra baixar algumas faixas de A Farsa do Samba Nublado (2004), considerado pelo Na Mira um dos melhores álbuns nacionais da década de 2000.

Ouça: “Grande Poder”


E aí, gostou da lista? Faça a sua também nos comentários!

Share this post

Tiago Ferreira

Editor do Na Mira desde 2010. Já trabalhei como redator de comunicação interna, produtor de conteúdo da B2W (Americanas, Submarino e afins) e atualmente sou repórter de notícias, ciência e tecnologia no Vix.com. Também sou colaborador eventual da Revista da Cultura (da Livraria Cultura).

  1. RIP Trama Virtual: 15 artistas que ainda valem o download 19 abril, 2013 at 00:10 Responder

    […] Com o fim do serviço no fim do mês, um pouco da história do mercado independente brasileiro morre. A plataforma é certamente anacrônica, mas o Trama Virtual ainda guarda um belo acervo de discos, eps e b-sides de um bom número de bandas nacionais. Selecionamos 15 artistas dentre os 78 mil que usam o serviço como o repositório de suas discografias. Nós recomendamos também dar uma olhada nas listas similares feitas pelos parceiros do Scream & Yell, Urbanaque, Floga-se, La Cumbuca e Na Mira do Groove. […]

Poste um novo comentário