Ogi e a reflexão da paternidade no EP Pé no Chão

Dois anos após RÁ!, rapper paulista lança trabalho intermediário antes de próximo disco

Gravadora: Independente
Data de Lançamento: 24 de outubro de 2017

Já se vão dois anos desde que Ogi nos entregou um dos melhores discos de rap dos últimos anos, RÁ! Assim como seus crescentes fãs, o rapper paulistano percebeu que já havia passado um tempo considerável.

Ele, que deu a entender que está com trabalho em edital, que deve ser lançado ano que vem, decidiu então que precisaria lançar algo nesse ínterim. Veio, então, o EP Pé no Chão.

Quem acompanha Ogi pelas redes sociais percebeu o quanto ele tem se dedicado ao filho. E é justamente a paternidade o principal mote do novo trabalho. “Depois que ele nasceu, tem horas que tô andando na rua e fico com medo de ser atropelado, rola uma cautela em dobro, porque ele não pode viver sem mim. Não quero que ele viva como eu vivi, sem pai, porque isso é cruel”, disse o compositor em entrevista à Vice.

Com 7 faixas, Pé no Chão inicia com trechos do escritor João Antônio, que fala sobre como escrever está conectado ao ato de viver. Com Marcela Maita, em “Nuvens”ele relembra a perda do pai, aos dois anos, e a dificuldade de superar a morte da mãe, aos 24.

“Redenção” liga a arte à transgressão, enquanto “Deixe-Me” é uma bonita busca pela liberdade: ‘Deixe eu ir/Navegar por aí/Deixa o vento soprar/E outra página surgir‘, canta Ogi.

Para “Insomnia 2”, Ogi chamou um time de peso: o consagrado Emicida e os também talentosos Diomedes Chinaski e Coruja BC1. “Fiz o instrumental, mandei pra eles, escrevi o refrão, chamei a Marcela Maita, que é uma cantora muito talentosa. Eu ia lançar esse som fora do EP, mas o Nave [produtor do EP] achou que casava bem com as outras músicas”, explicou o cantor.

Ouça Pé no Chão a seguir:

Artistas Ogi

Share this post

Tiago Ferreira

Editor do Na Mira desde 2010 - que, além de site, também é canal do YouTube e Embaixador Spotify. Já trabalhei como redator de comunicação interna, produtor de conteúdo da B2W (Americanas, Submarino e afins) e repórter de entretenimento, ciência e tecnologia no Vix.com. Também sou colaborador eventual da Revista da Cultura (da Livraria Cultura).


Mais artigos para você:


Sem Comentário

Adicione um comentário