Mestre Camarão, forrozeiro pernambucano, morreu em 2015

Mestre Camarão, pioneiro do forró, ganha coletânea internacional

Analog Africa vai lançar The Imaginary Soundtrack to a Brazilian Western Movie, com músicas do forrozeiro pernambucano, em fevereiro; ouça 4 faixas

Considerado o último forrozeiro patrimônio vivo de Pernambuco até 2015, quando faleceu, aos 74 anos, o Mestre Camarão continuava encantando a todos com sua sanfona rítmica e envolvente.

Para estender o alcance das notas de seu instrumento ao mundo, o selo alemão Analog Africa, que especializou-se em preparar compilações de diversos artistas ‘esquecidos’ no continente africano, vai dedicar um álbum com diversos clássicos de Camarão, chamado The Imaginary Soundtrack to a Brazilian Western Movie.

A compilação será oficialmente lançada em 20 de fevereiro deste ano.

Quem é Mestre Camarão

Camarão é alcunha de Reginaldo Alves Ferreira. Ganhou este apelido quando foi tocar na Rádio Difusora de Caruaru, no começo de carreira.

Ele havia chegado atrasado para o programa, e então o apresentador, Jacinto Silva, viu aquele rosto todo vermelho e soltou: “Chegou o camarão!”.

Uma de suas inovações foi introduzir as sessões de metais nos grupos de forró. Segundo o jornal Diário de Pernambuco, ele é apontado como o criador do primeiro grupo de forró do país.

Ele acumula 23 discos em sua discografia. Antes de falecer, chegou a gravar o primeiro DVD, Mestre de Um Brejo Distante, que foi lançado postumamente.

Capa de The Imaginary Soundtrack to a Brazilian Western Movie, compilação de Camarão

Forró no Recife

“Recife durante os anos 60 era um lugar incrível, excitante e perigoso, frequentemente descrito como uma ‘selva social’. As noitadas de forró eram realizadas em um salão no bairro da Caxangá”, diz o músico, que teve o texto reproduzido como divulgação do novo trabalho.

“Já que todos estavam à procura de diversão, o lugar ficava cheio nos finais de semana. Pessoas de todas as camadas da sociedade chegavam bem vestidas, animadas e conversando alto, sob o som do barulho dos copos”.

Era com muita cachaça, festança, “sorrindo e deslizando os pés no chão”, como dizia, que Camarão ajudou a escrever a história de um dos ritmos brasileiros de maior popularidade ainda nos dias de hoje.

The Imaginary Soundtrack to a Brazilian Western Movie

Por isso, para conhecer a essência do forró, é mais que bem-vinda a compilação.

Até o momento, 4 faixas estão disponíveis para audição: “Sereia do Mar”, “Xeêm”, “Não Interessa Não” e “Os Camarões”.

Ouça todas elas no player do BandCamp a seguir e veja o tracklist oficial com as 16 faixas:

Leia também: Por que o axé foi mais importante do que se imagina

Artistas Mestre Camarão

Share this post

Tiago Ferreira

Editor do Na Mira desde 2010 - que, além de site, também é canal do YouTube e Embaixador Spotify. Já trabalhei como redator de comunicação interna, produtor de conteúdo da B2W (Americanas, Submarino e afins) e repórter de entretenimento, ciência e tecnologia no Vix.com. Também sou colaborador eventual da Revista da Cultura (da Livraria Cultura).


Mais artigos para você:


Sem Comentário

Adicione um comentário