Na Mira passa a integrar “Embaixadores Spotify”

Nada vai mudar no conteúdo. Entenda como funciona essa parceria

O streaming mudou a forma de consumir música.

Embora sites como Spotify, Deezer, Apple Music, entre outros, tenham conquistado cada vez mais consumidores com o passar dos anos (de acordo com levantamento do Pró-Música Brasil, só em 2016 houve crescimento de 52% do streaming no país), ainda há muitas discussões quando se fala em música digital.

Os serviços citados trabalham com subscrição paga, ainda que ofereçam o ‘cartão de visita grátis’.

Diversos levantamentos indicam que a pirataria esmoeceu consideravelmente – tanto que o formato mp3, clássico emblema da música digital dos anos 2000, já anunciou sua ‘morte’.

Importante lembrar que os serviços de streaming têm classificações próprias. Temos o clássico YouTube, com um acervo musical gigantesco. Quem gosta de novas descobertas pode conhecer muitos universos dentro da plataforma BandCamp. E, de uma forma ou de outra, cada serviço vai fidelizando um tipo de público.

Seja qual for a sua preferência, o Na Mira não faz nenhum tipo de separação entre quem gosta ou não de música digital. Afinal, trata-se de um canal de informação musical. E cada um tem seus motivos para defender suas escolhas.

Com esse posicionamento claro, estamos felizes em anunciar nossa parceria com o Spotify – hoje o serviço de streaming de formato freemium com maior adesão pelos internautas de todo o mundo: são 140 milhões de usuários ativos, segundo dados recentes.

O Na Mira juntou-se a algumas páginas musicais para integrar o “Embaixadores Spotify”.

O que isso quer dizer?

Que nosso conteúdo não muda. Vamos continuar com nosso posicionamento independente e firme – mesmo que para isso tenhamos que criticar ou endossar o Spotify e outros serviços de streaming.

A parceria nos dá mais liberdade para explorar a ferramenta. Queremos testar se a experiência de ler e interagir com o nosso conteúdo pode se tornar mais enriquecedora com o Spotify e conhecer de perto suas inovações na música digital.

Além disso, a ideia é enviar sugestões, explorar novos formatos para trazer para o site e crescer dentro do canal do Spotify – aliás, já tá seguindo nosso perfil por lá?

Não se trata de patrocínio, mas uma troca amigável.

O Na Mira não pode mais ir ‘contra’ o Spotify?

Não é bem por aí. Mantemos nossa independência editorial – uma das premissas para que essa parceria seguisse.

Nossa troca consiste em fomentar o perfil dentro da plataforma de streaming. Com isso, muitos dos discos mencionados também terão embed do Spotify, mas isso não quer dizer que ignoramos outras plataformas que sugerimos bastante, como YouTube e BandCamp, que não precisam de subscrição.

O conteúdo não é influenciado pela parceria, fique certo disso.

Sendo assim…

Esperamos que nossa participação do “Embaixadores Spotify” contribua para a sua experiência de navegação pelo Na Mira.

Relaxa que o bom e velho site segue a caminhada como sempre – com um importante adendo a mais.

Share this post

Tiago Ferreira

Editor do Na Mira desde 2010. Já trabalhei como redator de comunicação interna, produtor de conteúdo da B2W (Americanas, Submarino e afins) e atualmente sou repórter de notícias, ciência e tecnologia no Vix.com. Também sou colaborador eventual da Revista da Cultura (da Livraria Cultura).

Sem Comentário

Adicione um comentário